sábado, 21 de abril de 2012

Vazio



Hoje acordei e não me reconheci, um vazio tomou conta do meu ser
não consegui me achar, tudo parece irrisório, sem gosto, nem valor
Tudo de repente não tem sentido para mim,
minha alma se calou e meu coração congelou.
Onde estas tu ó amor pela vida, pela humanidade, que faço eu agora!
Deus não permita que eu desfaleça, e sim que eu cresça
para que aprenda e mereça, e que a vida não me despareça.
Que eu possa compreender o que o mundo tem a oferecer
e com alegria te agradecer por mais um dia vivido da manhã ao anoitecer.

Waldir Galis

Meus poemas e contos estão registrados

myfreecopyright.com registered & protected